O desafio do turista chinês

Versão para impressãoSend to friendPDF version

Cerca de 100 milhões de chineses vão viajar para o exterior este ano. Este novo recorde também significa que vão gastar mais e superar os recordistas anteriores que são os Estados Unidos e a Alemanha. Karla Cripps da "CNN", discute como os novos grandes gastadores do Oriente desafiam a indústria do turismo ocidental.
 
Em alguns países asiáticos os chineses já são ou serão em breve o maior grupo de turistas, mas o boom no turismo chinês é sentido em todo o mundo. Claro que eles são bem-vindos, mas os turistas chineses exigem uma atenção especial no que diz respeito a algumas tradições e atitudes de viagem. Os hotéis de luxo da europa já começaram a contratar funcionários que falam as línguas e equipar os quartos com a chaleira e as sandálias tradicionais. Mas as elevadas exigências dos turistas chineses são muito mais difíceis a satisfazer. Especialmente os turistas ricos que vêem o seu dinheiro como a chave para os serviços de primeira classe e se sentem racialmente estigmatizados se têm que esperar ou os serviços não estão de acordo com as suas expectativas. Uma especialista alemã em turismo resume esta atitude com as palavras "você atira moedas e os ocidentais dançam para você." Claro que a declaração reflete mais a maior visibilidade do mau comportamento de uma minoria de turistas ou aqueles que viajam ao exterior pela primeira vez. E raramente se discutido também crescente número de turistas chineses com experiência, que se adaptam ao seu país hospedeiro.
 
Uma olhada em sua história colonial explica porquê o chinês se ofende facilmente quando se depara com problemas no Ocidente. No entanto, os turistas chineses podem causar um pequeno choque de culturas em todos os lugares e eles não têm que viajar muito para enfrentar o ressentimento. Confrontos entre turistas da China continental e moradores locais preenchem regularmente os tablóides de Hong Kong. Atribuir os problemas à mentalidade chinesa no entanto parece mais do que tendencioso. Viajar requer experiência com regras não escritas de etiqueta, muitas das quais não foram aprendidas por muitos até agora. Só agora que eles estão cada vez mais autorizados e capazes de se aventurarem fora do seu país, e se tornarão cada vez mais familiarizados com outras culturas e entenderão que o dinheiro não compra tudo em todos os lugares. Como todos os turistas os chineses demandam e merecem respeito e hospitalidade, e eles irão voltar na próxima viagem.